Por que o fast-food é mais calórico do que o lanche feito em casa?

Você já deve suspeitar que um hambúrguer triplo acompanhado de batata-frita e sorvete de sobremesa não é exatamente a escolha mais saudável de refeição. E a fama é mesmo justificada: por conta do preparo, estes alimentos são mais calóricos do que as receitas similares feitas em casa.

Aliás, se colocarmos apenas as calorias em consideração, o resultado acaba sendo até que parecido. Vamos tomar como exemplo um sanduíche de uma famosa rede que leva duas fatias de queijo, carne e picles. Ele tem 526 calorias, contra 437 de um lanche equivalente montado em casa com os mesmos ingredientes.


Mas não são só elas que importam na hora de avaliar se o alimento é saudável. No mesmo comparativo, as gorduras da versão de casa somam 9 gramas a menos (são 30 contra 21). E veja, estamos falando de um sanduíche que leva apenas pão, carne, duas fatias de queijo e picles. "A longo prazo, a quantidade elevada de carboidratos e gordura oferecida por esses alimentos não apenas favorece o ganho de peso, mas também a elevação do nível de triglicérides, colesterol e açúcar no sangue, o que é um fator de risco para diabetes e doenças cardiovasculares", aponta João Vicente da Silveira, cardiologista do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo. Fora que os lanches das redes de fast-food frequentemente levam ingredientes gordurosos como o bacon e molhos ultraprocessados, categorias cujo consumo deve ser diminuído. Para se ter ideia, em algumas redes, o "queijo" é na verdade um preparo processado com um pouco de queijo de verdade, gordura vegetal e saborizantes artificiais.


Chloé Pinheiro

Colaboração para o VivaBem

19/04/2018

Veja mais em https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/04/19/por-que-o-fast-food-e-mais-calorico-do-que-o-lanche-feito-em-casa.htm?cmpid=copiaecola

2 visualizações